Pesquisar este blog

22 de abr de 2011

Partilha de receitas TV da Serie A Italiana

A temporada de 2010/11 foi a primeira em que os clubes da Serie A venderam os seus direitos televisivos colectivamente, adoptando desta forma o método de venda (leilão) já utilizado pela Premier League de Inglaterra, Bundesliga da Alemanha e Ligue 1 de França.

O sucesso foi tremendo, com os maiores pacotes de direitos de transmissão televisiva a serem adquiridos pela Mediaset e Sky Italia. O leilão dos direitos da Serie A e Serie B geraram um total de 1.822 milhões de Euros pelos próximos 2 anos, estando destinados à Serie B 12% deste valor (cerca de 218,6 milhões de Euros).

Assim, aos 1.603 milhões de Euros previsto para a Serie A, soma-se a venda dos direitos de transmissão internacional, no valor superior a 181,5 milhões de Euros, elevando o valor total disponível para a primeira liga italiana 1.784 milhões de Euros, cerca de 892 milhões de Euros por temporada.


Partilha de receitas TV da Serie A Italiana:

•40% do total repartido em partes iguais pelos 20 clubes da Serie A.

•30% do total repartido em função de resultados desportivos: 10% pela história de resultados do clube, 15 pelos resultados obtidos nos últimos 5 anos, 5% pelos resultados realizados na última época.

•30% do total repartido em função das audiências televisivas: 25% pelo número de adeptos, 5% pelo número de habitantes da cidade da equipa.

No entanto, num país onde as diferenças entre os grandes e os pequenos clubes é enorme, esta partilha de receitas televisivas é a primeira a levar em conta a história e a população da cidade de cada clube, garantindo cerca de 14 milhões de Euros para os pequenos clubes (impensável antes da venda colectiva), mas dando a oportunidade a Inter, Milan, Juventus de alcançar os 90/100 milhões de Euros anuais.


Nenhum comentário: