Pesquisar este blog

18 de mar de 2011

Em audiência com Dilma, solidários a Cesare Battisti alertam sobre militância no Judiciário contra italiano

Vinícius Mansur

Brasília, DF

O movimento pela libertação de Cesare Battisti se reuniu com a Presidência da Republica, através de seu Secretário Nacional de Articulação Social, Paulo Maldos, na manhã desta quarta-feira (16). Uma comissão – politicamente ampla – expôs os motivos que fazem da prisão de Battisti ilegal e inaceitável, além de pedir que Dilma Roussef intervenha no caso, assegurando a não extradição do italiano, posição já tomada pelo ex-presidente Lula.
 
“Cesar Peluzzo e Gilmar Mendes estão militando contra Battisti. Queremos que Dilma intervenha, usando suas prerrogativas de Presidenta da República, antes mesmo que o STF julgue a decisão do Lula e empurre novamente o caso para à Presidência”, disse o membro do movimento em prol do escritor italiano, Paíque de Lima.
 
De acordo com Paíque, Paulo Maldos mostrou-se sensibilizado com os argumentos, solicitou documentação que os comprove e comprometeu-se a tentar agendar uma audiência com Dilma Roussef.

Até o final de abril, o movimento pela libertação de Battisti realizará um encontro nacional para canalizar apoios e traçar ações. “Está aberto o chamado para que todas as organizações participem do encontro. Precisamos, urgente, nos manifestar com mais força”. O movimento estipula que o caso de Battisti deve entrar na pauta do STF entre 25 de março e 30 de abril.

Além dos membros dos comitês de apoio do Distrito Federal, Ceará, Rio de Janeiro e São Paulo, participaram da audiência nesta quarta-feira os senadores Eduardo Suplicy (PT/SP), Cristóvam Buarque (PDT/DF), Inácio Arruda (PC do B/CE), Marinor Brito (PSOL/PA) e o ex-senador José Nery (PSOL/PA); os deputados federais Chico Alencar (PSOL/RJ), Érica Kokay (PT/DF), Manuela d’Ávila (PC do B/RS e presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados); Ivan Pinheiro (secretário-geral do PCB); Magno de Carvalho (CSP-Conlutas); Nildes Alencar Lima (ex-presidenta do Movimento Feminino pela Anistia-CE); Cláudio Pereira de Souza Neto (OAB-RJ) e Cezar Britto (ex-presidente do Conselho Federal da OAB); André Luiz Costa de Paula (Frente Internacionalista dos Sem-Teto); Rosa Fonseca (ex-vereadora de Fortaleza) e Maria Luíza Fontenele (ex-prefeita de Fortaleza).

Nenhum comentário: