Pesquisar este blog

12 de mar de 2011

Dissidentes rebatem Clube dos 13 e mantêm postura de "rebeldia"

Celso Paiva*
Emanuel Colombari*
Direto de São Paulo


Clube dos 13 e RedeTV! chegaram nesta sexta-feira a um acordo preliminar pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro dos anos de 2012, 2013 e 2014 no valor de R$ 516 milhões por temporada. No entanto, a decisão ainda não é definitiva, já que dez clubes, rompidos unilateralmente com o C13, negociam individualmente as transmissões de suas partidas para o período em questão.

Ao que tudo indica, Botafogo, Corinthians, Coritiba, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Palmeiras, Santos e Vasco da Gama seguirão firmes no propósito de negociarem individualmente suas transmissões. A Rede Globo, detentora dos direitos até 2011, conversa diretamente com as equipes. A Rede Record desistiu da concorrência e alegou "cartas marcadas".

Dos dez, Botafogo e Flamengo anunciaram que não se pronunciarão, enquanto Coritiba e Palmeiras evitaram posicionamentos mais claros. Apenas Corinthians e Vasco não foram encontrados para comentar o assunto. Os botafoguenses, embora não tenham se posicionado oficialmente, devem seguir com a emissora carioca.

"Nossa posição não muda em nada. Mantemos a decisão de negociar direto, sem intermediação do Clube dos 13. A nota oficial do clube (emitida na véspera) vale por si só. Só achamos interessante que o vencedor (no caso, a RedeTV!) não tem nem o dinheiro oferecido na licitação. Nossa posição continua a mesma e não pretendemos mudar", disse uma fonte ligada ao clube de General Severiano.

Na nota em questão, os alvinegros comunicam ao C13 "a revogação da outorga dos poderes para negociar em seu nome, concedidos quando da fundação desta associação por esta entidade de prática desportiva". "A partir desta comunicação ficam revogadas todas e quaisquer outras disposições e outorgas de negociação, autorização e/ou permissão de fixação, transmissão e retransmissão de imagem dos espetáculos ou eventos desportivos em que participar", completa.

Também na quinta-feira, em nota oficial, o Vasco da Gama anunciou ao Clube dos 13 "a revogação da outorga dos poderes, para negociar em nome do clube, concedido, anteriormente a essa associação". "A partir desta comunicação ficam revogadas todas e quaisquer outras disposições e outorgas de negociação, autorização e/ou permissão de fixação, transmissão e retransmissão de imagem dos espetáculos ou eventos desportivos em que o Club de Regatas Vasco da Gama participar", conclui o documento, assinado pelo presidente Carlos Roberto Dinamite de Oliveira.


Confira o posicionamento oficial dos dez clubes:



"Nossa posição não muda em nada. Mantemos a decisão de negociar direto sem intermediação do Clube dos 13. Nossa posição continua a mesma e não pretendemos mudar" (fonte ligada à presidência)



Corinthians
Procurados, assessoria e diretoria do clube não foram encontrados


"Eu não sou a favor e não sou contra. Também não sou neutro. O Coritiba é a favor do Coritiba. Eu vim para acompanhar a negociação e ver o que o Clube dos 13 tinha para nos oferecer" (de Jair Cirino, presidente)


"A posição do Cruzeiro permanece a mesma, de ouvir as propostas de forma individual da Rede Record e da Rede Globo, mas a nossa preferência neste momento, até que se mostrem os números, é com a TV Globo, com qual nós temos um compromisso. A TV Globo é uma parceira antiga, sempre cumpriu seus compromissos. E ela tem, por uma questão de lealdade, a preferência pelo tempo de parceira. Não quer dizer que a fatia será dela" (de Valdir Barbosa, gerente de futebol)


Flamengo
A presidência não vai se pronunciar



"Por enquanto, o Fluminense continua acertado com a Rede Globo, mas não tem nada acertado ainda. O Fluminense continua negociando. Quando tiver algo acertado, vocês serão comunicados" (de Erich Onida, da assessoria de imprensa)


"O Grêmio não autorizou o Clube dos 13 a negociar com a RedeTV!; portanto, os jogos do Grêmio não passarão na RedeTV!. O Grêmio está negociando com a Rede Globo, e poderá também ouvir propostas da Rede Record" (de Antônio Vicente Martins, vice-presidente de futebol)

"Isso foi hoje, e tem que esperar. Não tem pressa. Vamos fazer ponderações responsáveis" (de Roberto Frizzo, vice-presidente de futebol)



"O Santos mantém a linha de que, com a ausência de vários clubes e de outras empresas, a concorrência foi comprometida. Por isso, o Santos vai continuar defendendo seus próprios interesses. Por enquanto, essa decisão ainda é muito recente, e o Santos ainda vai analisar, mas fica mantida a decisão inicial" (de Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, presidente)



Segundo a assessoria da equipe, a diretoria estava em reunião e não poderia responder. Em nota, porém, o Vasco anunciou "a revogação da outorga dos poderes (do C13) para negociar em nome do clube".


* Colaboraram Claudio Rezende, Cristiano Silva, Diego Garcia e Rodrigo Viga






















Nenhum comentário: