Pesquisar este blog

15 de abr de 2011

Palmeiras vai para o SERASA por dívida de R$5 MI

Em meio aos muitos problemas financeiros, o Palmeiras agora está no Serasa, instituição que cadastra pessoas físicas e jurídicas inadimplentes. O banco BMG acionou o clube por uma dívida de R$ 5 milhões que teve origem ainda na gestão de Luiz Gonzaga Belluzzo, presidente entre 2009 e janeiro deste ano.

A diretoria foi notificada no início desta semana e o presidente Arnaldo Tirone negocia com o BMG para quitar a dívida. Dirigentes do departamento financeiro do clube informam que o Conselho de Orientação e Fiscalização (COF) avisou Belluzzo que o empréstimo era desnecessário naquele momento, mas o dirigente não ouviu.
Além dos R$ 5 milhões cobrados pelo banco no Serasa, o time alviverde ainda deve R$ 26 milhões para a instituição financeira, também por conta de um empréstimo.

Desde o início da semana, o presidente Arnaldo Tirone negocia com Ricardo Guimarães, presidente do banco, para que um acordo seja feito. "É uma dívida referente à gestão passada. Mas ainda temos dez dias para que o nosso nome apareça lá. Isso está sendo conversado, vamos aguardar para saber quais serão os entendimentos entre os dois", disse o vice-presidente financeiro do Palmeiras, Walter Munhoz - oferecer um espaço no uniforme como patrocínio, como o próprio BMG já chegou a cogitar, é uma possibilidade.

A preocupação da diretoria é que a inclusão do nome do clube no Serasa gera dificuldades para se conseguir empréstimos e financiamentos, alternativas que são fundamentais para o Palmeiras, cheio de dívidas, continuar com alguma força no mercado.

Com informações da Gazeta Esportiva e da Lancepress!








Nenhum comentário: