Pesquisar este blog

9 de dez de 2011

Preso marido que teria tentado escrever "adúltera" na testa da mulher com faca quente

Um homem foi preso em flagrante Camboriú, no Litoral Norte, por manter a mulher em cárcere privado. O marido de 34 anos também teria tentado escrever a palavra "adúltera" na testa da companheira usando uma faca quente.

A mulher de 33 anos foi encontrada trancada em casa no bairro São Francisco de Assis, na quinta-feira. Ela apresentava hematomas pelo corpo e uma cicatriz na testa. Segundo apuração dos investigadores, seria uma tentativa de escrever "adúltera".

O casal estava junto havia 11 anos e tem três filhos, de 9 meses, 7 e 9 anos. Eles encontravam-se em casa no momento do flagrante. O mais velho usava uma tipoia no braço, porque teria sofrido agressões do pai.

De acordo com a polícia, a violência começou fazia alguns anos, mas nas duas últimas semanas se intensificou, e a mulher era mantida presa em casa e espancada constantemente. Chegou a ficar quase 30 dias sem sair de casa. Segundo declaração da vítima, ela não denunciava o marido porque tinha medo. Também relatou que os filhos eram vítimas de violência doméstica pelo pai.

A violência nos últimos dias aumentou por ele acreditar que estava sendo traído. A mulher ainda acrescentou que o companheiro agredia desferindo pontapés, socos e até usava cano de PVC nos espancamentos. Ele também chegou a amarrar mãos e pés e colocou uma meia na boca da mulher para ela não gritar.

Quando a mulher e os filhos foram encontrados, o homem não estava na residência. Ele estaria em Balneário Camboriú. Posteriormente, ele foi preso e encaminhado à Delegacia de Camboriú. Após prestar depoimento, o homem foi conduzido ao Presídio de Balneário Camboriú.

DIÁRIO CATARINENSE

Nenhum comentário: