Pesquisar este blog

27 de abr de 2011

Não o exiba a crianças. Veja porque a TV pública do Equador tirou do ar o programa de Laura Bozzo

Programa de TV equatoriano foi tirado do ar, nas palavras do Presidente equatoriano, porque seria "melhor educarmos nossa gente. Não podemos cair na prática desta imprensa imoral e corrupta, que fazem da comunicação um negócio".

O vídeo originalmente postado no TIJOLAÇO "é uma indignidade. Não o exiba a crianças.

Os dirigentes da TV argumentaram que o programa era exibido para tentar ganhar audiência. Correa não titubeou: “Não podemos ser tão inconsequentes. Então, agora mesmo, tire essa porcaria do ar”. “O argumento que me deram é que esse tipo de programa sobe a audiência. Baixemos a audiência".

Correa ameaçou punir também uma emissora que fez escuta telefônica ilegal no gabinete presidencial e divulgou seus diálogos.

Amanhã, Rafael Correa estará sendo acusado de ditatorial e inimigo da liberdade de imprensa. É o caso de alguém que vai ser acusado de “sujo” por banir uma imundície".

Não legendamos pois seria muito trabalhoso.

Mas podemos fazer um resumo da história com nossas impressões:
video

A mãe não se conforma que a filha é homossexual. A filha conta tudo, diz que não pode mais esconder. Sofre. A apresentadora põe pilha. A filha diz que a "pareja" dela é geraldine, mulher como ela, orgulhosa: -  não posso fazer nada mamãe! E sofre.

O programa de Laura BOZZO fez filmagens de carinhos entre as moças e mostrou para a mãe.

Reparem que a mãe esta sendo segura por um segurança.

Quando chega a namorada da filha, a mãe é largada e corre para agredi-la. Demoram bastante tempo até começar a separar a briga.

A namorada da filha então repreende a mãe: "- eu a amo, eu a venero, cuido dela, dos filhos, incentivo a ficar no colegio, incentivo a trabalhar".

3 comentários:

Anônimo disse...

legitima bozo mesmo

Anônimo disse...

eita programinha da familia equatoriana!

Anônimo disse...

Na verdade, essa Laura Bozzo é uma Márcia Goldsmith piorada. No Peru, esta apresentadora, a Laura, foi até denunciada por envolvimento com corrupção no governo de Fujimori. No Equador, a baixaria foi tanta que nem Rafael Correa aguentou. Atualmente ela está na Televisa do Mexico, depois de ter passado pela Rede Azteca, e lá o que não faltam são acusações (algumas até já provadas) de que os casos que apresenta na TV são inventados. Isso sem contar a forma bastante grosseira com que fala com os convidados.