Pesquisar este blog

11 de fev de 2011

Vídeo com apologia ao crime no YouTube leva quadrilha a ser presa

Suspeitos são acusados de homicídios e de impor clima de terror no Morro do Papagaio, em BH. Veja o vídeo no final

Seis integrantes do grupo de rap denominado “3 insano irmão de sangue” foram apresentados nesta quinta-feira (10) pela Polícia Civil. Eles são suspeitos de cometer vários crimes, como tráfico de drogas e homicídios, no aglomerado do Morro do Papagaio, Região Centro-Sul de Belo Horizonte.



De acordo com a titular da Delegacia de Investigações de Homicídios da Região Sul, delegada Elenice Ferreira, os suspeitos começaram a ser investigados no ano passado após postarem o vídeo “Rolê no Inferno” no You Tube, um rap com apologia á violência. O vídeo, que até esta tarde já havia sido assistido por mais de 12 mil pessoas, mostra situações de simulação de um sequestro, consumo de drogas e atos de violência.

Ainda conforme a delegada, as investigações apontaram que, na vida real, os suspeitos estariam extrapolando a música e se utilizando de atos de violência e até impondo normas de comportamento no aglomerado. Ainda conforme a delegada. o grupo, também conhecido no local como “Gangue da Antena”, teria dominado a Rua São Tomás de Aquino e estabelecido quem poderia transitar pela, principal via de acesso do aglomerado.

De acordo com Elenice Ferreira, o grupo é suspeito pela morte do morador Márcio Ribeiro da Silva, que teria demonstrado publicamente sua discordância quanto às normas do grupo, e assassinado em outubro passado com requintes de crueldade. Agora, o grupo também passou a ser investigado pela execução de outro morador, identificado apenas como Ricardo, morto em janeiro passado com mais de 30 tiros de vários calibres.

A delegada disse ainda que o o líder do grupo, Vinícius Atanásio Aguiar, 28 anos, o “Vesguinho” e Nilton Márcio de Souza, o “Escorrega”, 18 anos, haviam sido presos anteriormente. Durante seu interrogatório, “Vesguinho”, que teria produzido, dirigido, editado e postado o vídeo na Intenet, teria justificado o trabalho como “liberdade de expressão” (e o blog neste ponto, concorda).

Nesta quinta pela manhã, forma presos Ivan Catarino, o “Negão”. 22 anos, Denis da Silva Linhares, o “Orêia”, 19 anos, Joseon Santos, o “Dugê”, 21 anos, e Warlei Alves Rodrigues, o “Bilé”, 19 anos por força de cumprimentos de mandados de prisão. Todos eles foram presos no Morro do Papagaio sem oferecer resistência.

Não foram apreendidas nem armas ou drogas.

Ao serem apresentados no auditório do Departamento de Investigações da Polícia Civil, os seis suspeitos não quiseram dar declarações aos repórteres.

video
 
Da mesma forma, apesar dos pedidos insistentes dos repórteres, eles se recusaram a cantar partes do “rap” “Rolê do Inferno”.
 












Nenhum comentário: