Pesquisar este blog

16 de fev de 2011

A prefeitura de Porto Alegre e a rádio gaúcha

Lucas Panitz, geógrafo, escreveu:

Eis que ligo para a Secretaria Municipal de Esportes, para saber da programação de atividades esportivas gratuítas no Parque Ramiro Souto (Redenção), e nas quatro vezes sou colocado em modo de espera. Até aí, nada de novo no mundo do atendimento telefônico. O problema é que a espera foi direcionada ao audio da Rádio Gaúcha AM, não só com seus noticiários, mas principalmente com as insistentes propagandas. Meus telefones foram atendidos, direcionados imediatamente para uma rádio privada, sem que eu pudesse falar com ninguém, e logo após um grande silêncio telefônico me fez desistir em todas as vezes que liguei. Resultado, ouvi a Rádio Gaúcha, mas não consegui a informação pública que necessitava.

Pergunto: acima de toda a incompetência de não atender aos seus cidadãos (que nesse caso é só um “detalhe”), a Prefeitura de Porto Alegre não poderia direcionar seu sistema de espera para uma rádio pública (Rádio da Universidade, Rádio FM Cultura, etc), uma vez que trata-se do poder público permitindo a veiculação de notícias e propagandas de uma empresa privada? E não bastasse isso, qual seria o motivo de a Prefeitura ter escolhido a Rádio Gaúcha AM e não a Rádio Guaíba ou a Rádio Bandeirantes, ou qualquer outra, para veicular suas notícias e patrocinadores privados enquanto esperamos para obter uma informação?


http://rsurgente.opsblog.org/2011/02/15/a-prefeitura-de-porto-alegre-e-a-radio-gaucha/

Nenhum comentário: